Pesquisa de Histórias


Widget UsuárioCompulsivo

Downloads de histórias - dúvidas e problemas !?!

PARA FAZER O DOWNLOAD DE QUALQUER PRÉ HISTÓRIA...
Na
caixa de apresentação da história, cliquem do lado esquerdo em Slideboom e serão encaminhados para o respetivo site.
Aí poderão descarregar o ficheiro em Powerpoint, bastando clicar do lado direito em download.
Depois é só escolher guardar no computador ou apenas abrir o ficheiro da história.
No Slideshare basta clicar no botão Save, do lado direito da caixa de apresentação.
Desta forma poderão utilizar as histórias mesmo sem acesso à internet. Se optarem por usar online (sem fazer download) poderá aparecer desformatada e isso pode acontecer também descarregando o ficheiro. Nesse caso bastará verificar se têm instalado o tipo de letra utilizado.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

O Zé do boné

Uma história que nasce da necessidade pois, na verdade, quase todos os educadores de infância (e pais!) se deparam, mais cedo ou mais tarde, com a notícia da presença de "viajantes" nas cabecitas das suas crianças...

Daí resultou a criação das quadras que contam esta história e de uma parceria com a Lenita,  educadora do blogue  Sementes Mágicas, que foi a ilustradora...  

E aqui está o resultado... o Zé do boné era um menino que passou pelo problema desagradável dos piolhos, mas conseguiu resolvê-lo!



5 comentários:

Anabela Santos disse...

Adorei!
Vou recomendá-la no nosso Cnselho de Núcleo a colegas com meninos com o mesmo problema.
Bom trabalho

Prof. Anabela
BLOGando na Escola

Alda disse...

Olá Juca, por acaso este problema da pediculose já atacou alguns dos meus pintainhos. Se voltar a acontecer, vou aproveitar a tua história.
Muito obrigada pela partilha.
Beijinhos

Lenita disse...

Foi um prazer ilustrar está história, Juca.
Espero que sejam muitos a disfrutar dela.
Bjs

Isabel Preto disse...

Parabéns! Obrigada, por tantas histórias lindas aqui divulgadas.
Beijinhos

JI Caminha disse...

Parabéns pela história mas acima de tudo pela partilha entre amigas educadoras. Se resolverem publicar histórias a escritora e a ilustradora contarão já com a 1º fã (EU). Nunca se sabe, não é?
Manuela Fão Costa