Pesquisa de Histórias


Widget UsuárioCompulsivo

Downloads de histórias - dúvidas e problemas !?!

PARA FAZER O DOWNLOAD DE QUALQUER PRÉ HISTÓRIA...
Na
caixa de apresentação da história, cliquem do lado esquerdo em Slideboom e serão encaminhados para o respetivo site.
Aí poderão descarregar o ficheiro em Powerpoint, bastando clicar do lado direito em download.
Depois é só escolher guardar no computador ou apenas abrir o ficheiro da história.
No Slideshare basta clicar no botão Save, do lado direito da caixa de apresentação.
Desta forma poderão utilizar as histórias mesmo sem acesso à internet. Se optarem por usar online (sem fazer download) poderá aparecer desformatada e isso pode acontecer também descarregando o ficheiro. Nesse caso bastará verificar se têm instalado o tipo de letra utilizado.

sábado, 29 de novembro de 2014

A velhinha que comeu os símbolos de Natal!

Uma PRÉ História de repetição, inspirada em lengalengas sobre uma velhinha em língua inglesa "an old lady" (como esta e esta)... aborda os principais símbolos de Natal e é divertida, mesmo para os mais pequenitos.


E quem era ela afinal?
A mulher do Pai Natal... ;-)

Espero que gostem e vos seja útil!

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

PRÉ Histórias de Natal

Fresquinha, fresquinha... ainda não há nenhuma PRÉ História de Natal! 
É que o tempo não estica...

Mas as que já estão aqui, de outros anos, ainda estão todas em muito bom estado ;-)

Ora espreitem... são treze e abordam o nascimento do menino Jesus, a visita dos Reis Magos, as tradições de Natal, o bolo-rei, os desejos, a lenda do pinheirinho... enfim, de tudo um pouco. Estão aqui:




domingo, 16 de novembro de 2014

Eram 10 numa cama... mas nenhum tinha pijama!

Uma brincadeira em torno de uma lengalenga, abordando os números (contagem decrescente) e os graus de parentesco da família próxima... 
E, claro, nesta semana em que se comemora o Dia Nacional do Pijama, este também não podia faltar!



View more presentations or Upload your own.

domingo, 9 de novembro de 2014

Abelhas, borboletas e jardins...

Porque em todos os jardins há borboletas...
E em todos os jardins há abelhas...
Até nos jardins de infância!
Uma PRÉ História que faz a analogia entre as borboletas, as abelhas... e os meninos ;-)



Ao nível da área de Formação Pessoal e Social, a amizade, a entreajuda, a importância de realizar coisas e de ser útil aos outros, são valores que podem ser abordados... ou não. 
Basta escolher se querem usar uma ou as duas partes da história!

domingo, 2 de novembro de 2014

Maria Castanha e Manuel Castanho procuram abraços

Esta é a PRÉ História que criei para fazer a ponte entre duas vivências: o São Martinho (dia 11 de novembro) e o Dia do Pijama (dia 20 de novembro, por ser o Dia Internacional da Convenção dos Direitos da Criança*) integrado na Missão Pijama, uma iniciativa da Mundos de Vida. 

Trata-se de uma história que tem como personagem principal uma figura sobejamente conhecida e bem do agrado das crianças portuguesas, a Maria Castanha, que vai encontrar novos amigos, também eles diferentes... mas também eles com necessidades básicas iguais às de todas as crianças! 
Juntos, Maria e Manuel vão procurar abraçosfamílias de acolhimento para crianças que não têm a sua própria família...
A Educação atual não pode deixar de ser Educação para a diversidade e esta PRÉ História pode constituir-se como mais um recurso transversal às áreas de conteúdo, numa abordagem curricular globalizante e que incentiva uma expressão coletiva de solidariedade.

A Mundos de Vida, congratulou-se com a criação deste recurso, considerando que "esta é a alma da Missão Pijama" e publicou-o na sua página :-) Podem encontrá-la aqui: 

*Nota:
A Convenção Internacional dos Direitos da Criança (que faz 25 anos, em 20 de novembro de 2014), logo no seu preâmbulo, diz que "uma criança deve viver num ambiente familiar, num clima de felicidade, amor e compreensão, para que seja possível realizar, na sua plenitude, todos os seus direitos". Com a Missão Pijama pretende-se dar visibilidade a esta causa, sensibilizando a sociedade e cada um de nós para a necessidade de tornar real este direito fundamental das crianças.